Customizando e Reaproveitando os Potinhos Nestlé

A foto dos potinhos prontos que postei no Instagram está fazendo sucesso e como alguns amigos estão questionando como fiz, resolvi postar aqui também!

Vocês devem estar acompanhando que tenho feito o melhor que posso para oferecer à Angie comidas fresquinhas e saudáveis, mas às vezes me rendo à “mãe Nestlé”, seja pela praticidade de quando estamos na rua ou para os dias em que a princesa se recusa a comer absolutamente tudo o que faço… risos… pois é, tem dias que acontece dela não querer 1, 2 ou até 3 opções de comidas caseiras, atualmente ela se recusa a comer até mesmo o Nestlé comida, agora só gosta do Frutas, e frutas também prefiro dar as naturais! Enfim, o fato é que há 7 meses venho guardando estes eventuais potinhos, e reutilizando de diversas maneiras na cozinha, acho que têm uma medida muito boa, uns 250ml, legal para guardar molhos de salada, congelar molho de tomate ou caldo base para sopas e risottos, reservo neles também uma porção do iogurte caseiro, que sempre será utilizada para fazer os próximos 2l… acho 1002 utilidades para eles, e aqui em casa são mais úteis que o BomBril.

Potinho para garantir o próximo iogurte caseiro Potinhos para congelar molho

Nos últimos tempos, a coleção aumentou consideravelmente, então achei que já estava na hora de fazer algo ainda mais legal, customizar um pouquinho e usar para guardar meus condimentos, acho que tenho TOC, risos… aqueles potinhos de diferentes marcas juntos sempre me incomodaram!!!  E um belo dia, tive a feliz idéia de fazer um rótulo preto e escrever com caneta tipo giz (para quadro negro), fui atrás do material, inicialmente buscava “papel contact” tipo lousa, já vi em sites de arquitetura, gente colando na parede sobre a mesa do escritório para fazer quadros de aviso e achei que se comprasse o papel e um cortador destes de scrapbook poderia fazer etiquetas bem legais com ele, o que passa é que não encontrei por aqui, aí tive a idéia de comprar um spray preto fosco e testar, deu super certo, claro, acho que não é o melhor dos materiais para pintar vidros pois se você cutucar com uma faca é possível retirar a pintura, mas eu não vou cutucar… também não deve ser próprio para lavar a máquina, mas potes de tempero quase nunca são lavados, não é mesmo? Se precisar lavar para trocar o condimento, lavo a mão. E o texto do rótulo sai com um pano úmido, então é possível inclusive trocar os textos conforme o uso!

1. Primeiro passo depois de “esvaziar o conteúdo” foi tirar o rótulo, esperei ter vários pois a maneira mais fácil é ferver em uma panela com água durante uns 20′, o rótulo solta complementarmente e se eventualmente ficar um pouquinho de cola é só passar a bucha com detergente ou esfregar um papel com óleo;

Potinhos com rótulos

2. Depois forrei com fita crepe, deixando espaço para a pintura do rótulo; passei noites fazendo isso, sempre depois de colocar a Angelina para dormir…

potinhos preparados para pintar

3. Na sequência pintei os rótulos e uma tampa para servir de teste; Notem que alguns potes já estavam com os condimentos dentro… então queria pintar todas as tampas de uma vez, mas apenas depois de ter certeza que daria certo;

potinhos em pintura

4. Quando a pintura estava bem seca tirei as fitas e limpei as rebarbas com aguarrás e cotonetes (quando ainda não tinha estava usando acetona!);

potinhos secando a pintura

5. A parte que achei mais chata, talvez porque já estivesse sem muita paciência, foi pintar as tampas, tentei fazer várias de uma vez, colando em uma caixa de papelão, mas o acabamento ficou meio ruim, melhor seria ter pintado uma a uma… 

potinhos e tampas em pintura

6. Como sujei algumas tampas por dentro, achei melhor forrar com papel alumínio, que é bem fininho e não atrapalha o fechamento e fica mais higiênico, colei no fundo da tampa, se precisar trocar também fica fácil descolar e colocar outro;

Potinhos forrando tampas

7. Escrevi com caneta tipo giz, para quadro negro, essa caneta é ótima pois não sai só de encostar com o giz convencional, e se precisar apagar sai com um pano úmido.

potinhos no armario

8. Para conservar melhor seus temperos o ideal é armazenar longe da luz e do calor. Minha idéia inicial era colar uma chapa metálica abaixo do armário que fica sobre a pia e bancada, e colar um imã dentro de cada pote, na tampa, assim economizaria espaço de armazenamento, eles ficariam lindos a mostra (os rótulos foram feitos na altura certa para fazer isso no meu armário) e ficariam bem à mão, mas como tenho iluminação embutida bem nesta área, acabaria prejudicando a qualidade do sabor e cores dos temperos, então optei por colocar dentro do armário mesmo, bem pertinho do fogão, sobre a bancada, também em um lugar bem prático! Como “gavetas” estou utilizando caixotes de morangos, assim separo os temperos por tipo: Ervas, Sementes e Condimentos fortes (como os curries por exemplo), e agora, por conta disso, preciso providenciar de mais uma caixinha de morangos!!!!

Anúncios

3 comentários sobre “Customizando e Reaproveitando os Potinhos Nestlé

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s